Expert Review: Valentine’s Day has rattled the markets
Expert Review: Valentine’s Day has rattled the markets

English हिन्दी Indonesia Tiếng Việt العربية ไทย

Os mercados ficaram sob pressão devido à reunião não programada do Fed em 14/02. Os participantes estavam prevendo que, após esses terríveis dados de inflação, o FOMC tomaria medidas urgentes e aumentaria a taxa. Mas… nada terrível aconteceu.

Tendências semanais

  • Microsoft   3,76%. Negociando  vendido com US$ 100 e um multiplicador de X20, você poderia facilmente ter ganhado US$ 75,2.
  • NZD/USD  0,35%.Negociando comprado com US$ 100 e um multiplicador de x500, você poderia facilmente ter ganhado US$ 175.
  • BTC  4,7%. Negociando vendido com US$ 100 e um multiplicador de X10, você poderia facilmente ter ganhado US$ 47.

Registre-se Olymp Trade e receba gratuitamente $10.000 Receba $ 10.000 grátis para iniciantes

Mercados de câmbio

Não houve mudanças significativas no mercado de câmbio durante a semana. No dia 14/02, houve uma reunião não programada do Federal Open Market Committee (FOMC) dos EUA, mas nenhuma decisão sobre o aumento da taxa de juros foi tomada. Em resposta, o par EUR/USD, que no início da semana estava em tendência de baixa, estabilizou-se e permaneceu quase inalterado. O índice DXY ficou acima de 95,7, mas ainda não vemos crescimento.

Fig. 1. Mapa de moedas.
Fig. 1. Mapa de moedas.

A próxima reunião agendada do FOMC é em 16/03/2022. No momento, os analistas têm quase 100% de certeza de que a taxa será elevada em 25-50 pb até a faixa de 0,25-0,5%. Atualmente, a maioria dos membros votantes do FOMC é a favor de um aumento das taxas (hawks).

Fig. 2. Análise Hawk/Dove. FOMC dos EUA
Fig. 2. Análise Hawk/Dove. FOMC dos EUA

Até Lael Brainard, que é o único defensor remanescente da política monetária branda, fez uma declaração esta semana de que “a taxa do Fed é a principal ferramenta para combater a inflação.”

A situação com o Banco da Inglaterra, que já lançou um sistema para absorver o excesso de liquidez, não parece menos interessante. A maioria dos membros votantes do BoE também é a favor do aumento da taxa de juros.

Fig. 3. Análise Hawk/Dove. BoE do Reino Unido
Fig. 3. Análise Hawk/Dove. BoE do Reino Unido

Isso significa que há uma alta probabilidade de que a política do banco permaneça rígida. Para os mercados, isso significa o seguinte:

  1. A GBP pode continuar subindo em relação a outras moedas. Vale a pena considerar especialmente as taxas cruzadas, como GBP/CHF e GBP/JPY.
  2. O FTSE britânico pode reverter e começar a cair.

Registre-se Olymp Trade e receba gratuitamente $10.000 Receba $ 10.000 grátis para iniciantes

Mercados de ações

O mercado de ações dos EUA ficou principalmente no “vermelho” esta semana. Os setores de tecnologia, serviços de comunicação e consumo cíclico têm as ações com pior desempenho.

Fig. 4. Mapa do mercado.
Fig. 4. Mapa do mercado.

O pior dia para os índices foi o Dia dos Namorados em 14/02. Os mercados estavam em risco devido à próxima reunião não programada do FOMC. O Dow Jones quase rompeu o nível de 34.400 para baixo, o Nasdaq100 caiu abaixo do nível de 14.400 e o S&P 500 testou os 4.400. Depois, quando ficou claro que não haveria movimentos bruscos na taxa de juros, os touros conseguiram retomar a iniciativa e os índices se moveram ligeiramente de seus níveis principais.

De acordo com o relatório da CFTC da última semana, a situação não mudou muito. O número de posições vendidas de grandes participantes do mercado ainda excede o número de posições compradas.

Fig. 5. Relatório do COT
Fig. 5. Relatório do COT

Na semana passada, analisamos as ações da Amazon. Os touros, no entanto, não conseguiram superar o nível de resistência de US$ 3.200-3.300, o que significa que ainda há uma chance para mais quedas.

Fig. 6. Amazon. Período de 1 semana.
Fig. 6. Amazon. Período de 1 semana.

O mercado dos EUA estará fechado na segunda-feira devido ao “Dia do Presidente”.

Registre-se Olymp Trade e receba gratuitamente $10.000 Receba $ 10.000 grátis para iniciantes

Mercados de commodities

O petróleo bruto Brent renovou sua máxima para US$ 95,42 por barril, o que corresponde ao nível Fibo de 1,5 da tendência atual. Não víamos esses preços há mais de 7 anos. No entanto, a linha de tendência foi rompida localmente, o que tecnicamente era esperado porque o preço está em uma condição de sobrecompra há muito tempo. O suporte local para o Brent está no nível de US$ 90 e no nível Fibo de 1,236.

Fig. 7. Petróleo Brent. Período de 1D.
Fig. 7. Petróleo Brent. Período de 1D.

A razão fundamentalista para a correção pode ser o progresso nas negociações nucleares entre EUA e Irã. Ele ainda não foi anunciado oficialmente, mas os negociadores afirmam que estão “mais perto do que nunca de um acordo”. Se as partes chegarem a um acordo, as sanções ao petróleo serão retiradas do Irã. O Irã é um dos maiores fornecedores da OPEP e tem a capacidade de aumentar significativamente a capacidade de produção.

Isso poderia criar um excedente de quase 1 milhão de barris por dia. Nesse caso, o preço do Brent pode cair US$ 10 ou mais. Entretanto, a OPEP ainda não consegue cumprir seus próprios planos de aumentar a produção e o Irã ajudaria muito a resolver esse problema. A questão mais importante hoje é a rapidez com que o país poderá reativar sua capacidade total de produção, que há algum tempo não é utilizada. Esta será a incógnita da equação.

Registre-se Olymp Trade e receba gratuitamente $10.000 Receba $ 10.000 grátis para iniciantes

Do ponto de vista técnico, a semana passada foi mais do que bem sucedida para o Ouro. Aqui estão alguns dos motivos:

  • O nível de resistência chave em US$ 1876 foi rompido.
  • O preço está próximo dos US$ 1.900 por onça troy, abrindo caminho para o próximo nível psicológico de US$ 2.000.
  • A linha de tendência de baixa, na qual o Ouro era negociado desde agosto de 2020, foi finalmente rompida.

O forte aumento no preço levou o ativo à área de sobrecompra no RSI pela primeira vez desde novembro do ano passado. Portanto, é bem possível esperar uma correção local após o topo atual.

Fig. 8. Preço do Ouro. Período de 1D.
Fig. 8. Preço do Ouro. Período de 1D.

A alta do ouro reflete a fuga de investidores de ativos de risco para ativos de reserva de valor. O mercado de ações continua em queda, os rendimentos dos títulos do governo dos EUA também estão caindo e a inflação está batendo recordes. Além disso, há questões geopolíticas, como escaladas e potenciais conflitos entre a Rússia e a Ucrânia, bem como a resolução do programa nuclear iraniano. Se os EUA e o Irã chegarem a um acordo, isso desestabilizaria a situação com as forças na região.

Mercados de criptomoedas

O Bitcoin  vem se consolidando na faixa de US$ 41.000-46.000 nas últimas 2 semanas. Uma saída dessa faixa determinará o sentimento do mercado no médio prazo. Se o nível de resistência de US$ 46.000 for rompido, podemos falar sobre o início de uma correção ascendente. Se o suporte de US$ 41.000 não segurar, a tendência de baixa de médio prazo continuará. Nesse caso, o MACD diário e vários outros indicadores mostrarão sinais de baixa. Isso pode levar a uma nova onda de vendas e um retorno à área de suporte global de US$ 30.000 a US$ 34.000. No entanto, com base em todas as métricas, o mercado está em uma posição neutra.

O próximo mês promete ser interessante. O estrategista do JPMorgan, David Kelly, acha que os investidores de criptomoedas podem sofrer sérias perdas por causa do aumento da taxa de juros do Fed. Isso vai acabar com a era da “especulação desenfreada”. Foi revelado nas atas da reunião do FOMC de 25 a 26 de janeiro que o regulador observa riscos crescentes para a estabilidade financeira devido ao rápido crescimento de criptoativos e plataformas DeFi.

Fig. 9. Bitcoin. Período de 1D.
Fig. 9. Bitcoin. Período de 1D.

A capitalização do mercado de criptomoedas voltou para US$ 2 tri. O volume diário de negociações subiu para US$ 77,8 bi.

Fig. 10. Métricas do Bitcoin
Fig. 10. Métricas do Bitcoin

 

O Índice de Medo e Ganância permanece na posição Neutra exibida em 52 pontos. Os traders de varejo também estão distribuídos uniformemente, com os vendedores dominando bastante na FTX Kraken e os compradores na Bitfinex. O índice de dominância do BTC permanece em torno de 40%.


JPMorgan se junta ao metaverso. O banco abriu um lounge em um projeto da Decentraland. O local é chamado Onyx, em homenagem à plataforma blockchain do banco. Ele apresenta um relatório do JPMorgan sobre oportunidades de negócios em metaversos virtuais.


Banco Central da Rússia: CBDC – sim, criptomoedas – não. O Banco Central da Rússia iniciará os testes da fase 2 do rublo digital no outono de 2022. Os pagamentos de transações de bens, serviços e contas governamentais serão testados. Enquanto isso, o Ministério das Finanças da Rússia preparou um projeto de lei para regular o setor de criptomoedas, apesar do ponto de vista do regulador.


O negócio de criptomoedas está em expansão. A quantidade de fusões e aquisições no setor de criptomoedas ultrapassou US$ 55 bilhões em 2021. Em 2020, elas corresponderam a apenas US$ 1,1 bilhão.

Conclusões

  • O mercado de câmbio ficou quase inalterado esta semana. Vale a pena prestar atenção na moeda britânica, que pode começar a subir com o clima hawkish do Banco da Inglaterra.
  • Os índices estão em baixa. Os touros conseguiram se recuperar da grande queda da sexta-feira, mas é muito cedo para relaxar. O Open Market Committee deve se reunir em meados de março. A probabilidade de um aumento da taxa é de quase 100%.
  • O petróleo está renovando suas máximas e se aproximando dos US$ 100. O Ouro rompeu a linha de tendência global e está subindo rapidamente para os US$ 2.000.
  • O mercado de criptomoedas está em uma posição neutra de acordo com as principais métricas.

English हिन्दी Indonesia Tiếng Việt العربية ไทย

Análise de especialistas: o Dia dos Namorados abalou os mercados
4.4 (88%) 57 reviews